quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Sul - Americano: Com direito a 25 x 5 e 25 x 4 Brasil estreia na competição


A seleção brasileira feminina de vôlei começou o Sul-Americano com vitória. Nesta quarta-feira (18.09), o Brasil venceu o Chile por 3 sets a 0 (25/10, 25/5 e 25/4), em 51 minutos de jogo, no Coliseo, em Ica, no Peru. A competição é classificatória para o Mundial de 2014 e para a Copa dos Campeões, em novembro deste ano. Somente o campeão garantirá vaga em ambos os torneios.

O próximo desafio das brasileiras será a Colômbia às 19h (horário de Brasília) desta quinta-feira (19.09). A seleção verde e amarela acumula 28 participações no torneio e já conquistou a medalha de ouro 17 vezes, além de ter ficado com a prata em outras 11 ocasiões. O Brasil só não disputou a competição em 1964.

No confronto contra as chilenas, as centrais brasileiras se destacaram. Juciely foi a maior pontuadora da partida com 13 pontos (oito de ataque e quatro de bloqueio e um de saque). Thaísa também pontuou bem com 11 acertos.

- Estreia sempre é uma partida diferente. Hoje, respeitamos o Chile e jogamos com seriedade. Toda a equipe apresentou um bom voleibol. Essa competição é muito importante para o nosso grupo, pois garantirá uma vaga no Mundial de 2014. Vamos em busca do nosso objetivo - afirmou Juciely.

A partida também marcou a reestreia da ponteira Natália, que entrou no confronto no segundo set, na seleção brasileira feminina. A jogadora não disputava um jogo pelo Brasil desde os Jogos Olímpicos de Londres.

- Estou muito feliz. É importante voltar aos poucos para ir me readaptando. Treinar é muito diferente de jogar. Quero crescer a cada jogo para poder ajudar o Brasil cada vez mais - afirmou Natália.

O treinador José Roberto Guimarães fez questão de elogiar a postura das brasileiras ao longo da partida.

- Encaramos esse jogo com foco, seriedade e concentração. Confrontos como esse são perigosos porque o time do Chile não tinha nada a perder. Conseguimos fazer uma boa partida. Gostei da postura do time e de como elas se comportaram durante todo o jogo - afirmou José Roberto Guimarães, que ainda comentou sobre o confronto desta quinta-feira contra a Colômbia.

- É um time com potencial de ataque grande. Vai ser um jogo difícil. Acho que temos que focar da mesma maneira de hoje para ter outra vitória - analisou o treinador brasileiro.

A seleção brasileira feminina de vôlei no Sul-Americano é formada pelas levantadoras Dani Lins e Fabíola, as opostos Sheilla e Monique, as ponteiras Natália, Gabi, Fê Garay e Michelle, as centrais Adenízia, Fabiana, Thaísa e Juciely e as líberos Fabi e Camila Brait.

O JOGO
O Brasil começou sem dar chances para o Chile e fez 8/3. Com Juciely bem no ataque, as brasileiras abriram seis pontos (11/5). Fernanda Garay conseguiu um ace e o time verde e amarelo foi para o segundo tempo técnico com nove de vantagem (16/7). O time verde e amarelo se manteve na frente e venceu o primeiro set por 25/10.

As brasileiras seguiram melhor no início do segundo set e fizeram 11/3. Bem no bloqueio e com Juciely se destacando nas bolas de velocidade, o time verde e amarelo fechou o segundo set por 25/5.
O técnico José Roberto Guimarães colocou todas as jogadoras em quadra e o Brasil seguiu sem dar chances ao Chile fechando o set por 25/4 e o jogo por 3 sets a 0.

EQUIPES:
Brasil: Dani Lins, Sheilla, Fê Garay, Gabi, Juciely e Thaísa. Líbero – Camila Brait
Entraram: Monique, Fabíola, Michelle, Adenízia e Natália
JOGOS DO BRASIL NO SUL-AMERICANO
18/09 – Brasil 3 x 0 Chile (25/10, 25/5 e 25/4)
19/09 – Brasil x Colômbia às 19h
20/09 – Brasil x Argentina às 19h
21/09 – Brasil x Venezuela às 18h
22/09 – Brasil x Peru às 19h
*De Ica, Peru, Vicente Condorelli

Nenhum comentário:

Postar um comentário