sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Club World Championship: Sada/Cruzeiro perde no tie-break para o Lokomotiv Novosibirsk

 
Em seu último jogo da fase classificatória do Mundial de Clubes, o Sada/Cruzeiro perdeu para o Lokomotiv Novosibirsk por 3 sets a 2, parciais de 22/25, 25/21, 22/25, 25/19 e 14/16, no ginásio Divino Braga, em Betim. Os mineiros já estavam classificados para as semifinais da competição, enquanto os russos agora podem conquistar o primeiro lugar do Grupo B caso vençam o Club Sportif Sfaxien, da Tunísia.
O duelo começou bastante equilibrado, com os times se alternando na liderança, mas o Sada/Cruzeiro conseguia encaixar bons saques, tendo feito três aces marcados na etapa. Os donos da casa, com destaque para o oposto Wallace, abriram vantagem na reta final: 22 a 18 e fecharam a parcial com 25 a 22, levantando os mais de 5 mil torcedores que estavam no ginásio.
No segundo set, os cruzeirenses foram inconstantes e tiveram dificuldades em recepcionar o forte saque russo, que tinha no oposto Moroz seu principal jogador. No final, 25 a 21. Os europeus voltaram com ritmo pesado na terceira parcial e abriram quatro pontos, chegando a 16 a 12 no segundo tempo técnico. Empurrado pela torcida, o Sada/Cruzeiro reagiu e com boas atuações do bloqueio, a equipe brasileira virou para 19 a 18 e fechou o período em 25 a 22.
Quando se esperava que os donos da casa viessem mais concentrados no quarto set, o que se viu foi o Lokomotiv Novosibirsk abusando dos contra-ataques, comandados pelo levantador Butko. O Sada/Cruzeiro não conseguia encostar no placar, devido a irregularidade do seu saque e no final, 25 a 19 para os russos.
No tie-break, o Sada/Cruzeiro tinha problemas com o forte saque do Lokomotiv, o que prejudicava as viradas de bola. Na primeira parada técnica, os russos tinham quatro pontos de vantagem: 8 a 4. A reação celeste veio com o oposto Wallace e o ponteiro Leal, que conseguiam se livrar da marcação do bloqueio. Entretanto, o time brasileiro pecou nos momentos decisivos e o time europeu fechou em 16 a 14.
- De todas as situações, temos que tirar o lado positivo. Estamos classificados para a semifinal e sabemos que qualquer adversário que vier será difícil. Hoje foi uma partida com muitos detalhes, precisamos ver o que é possível melhorar e os erros a evitar para nos preparar para a semifinal. Com a torcida do nosso lado, já temos uma vantagem boa para a fase final. Sabemos o barulho que essa galera faz aqui e temos que aproveitar isso - disse o central Douglas Cordeiro.
Ainda pelo Grupo B, o Sportif Sfaxien, da Tunísia, venceu, de virada, os dominicanos do La Romana por 3 sets a 2, parciais de 23/25, 22/25, 25/23, 25/14 e 15/11. Já pelo Grupo A, o UPCN, da Argentina, não quis saber do favoritismo do tetracampeão Trentino e venceu os italianos por 3 sets a 2, parciais de 22/25, 25/23, 25/22, 16/25 e 15/13.
Nesta sexta-feira, ocorrem os últimos jogos da fase classificatória. Às 14h, o UPCN encara o Kalleh, e uma vitória coloca o time argentino no primeiro lugar do Grupo A. Às 17h, o Lokomotiv Novosibirsk pega o Club Sportif Sfaxien em busca do primeiro lugar no Grupo B. Já, às 20h, o Trentino não quer saber de mais surpresas e precisa derrota o Panasonic Panthers para chegar as semifinais.
Equipes:

Sada/Cruzeiro: William, Wallace, Leal e Luis Diaz, Eder, Isac e Serginho (líbero)
entraram: Vinhedo, PV, Douglas Cordeiro e Filipe
Técnico: Marcelo Mendez.

Lokomotiv Novosibirsk: Divis, Volvich, Moroz, Butko, Camejo, Astashenkov e Golubev (líbero)
entrou: Zhilin
Técnico: Andrey Voronkov

fonte: espaçodovolei.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário