sábado, 26 de outubro de 2013

Superliga: Para Amanda, Unilever pôde se testar contra Sanca

Dona de um saque venenoso, Amanda sabe que precisa estar sempre pronta para ajudar a Unilever. E na rodada dessa sexta-feira (25) da Superliga não foi diferente. Quando o placar apontou empate de 16 com o São Cristóvão Saúde/São Caetano, no primeiro set, Bernardinho a colocou em quadra. E foi a partir de seu serviço que a equipe da casa deslanchou.

- Temos sempre que estar preparadas para quando formos chamadas. E eu sempre espero que o Bernardo me coloque para sacar, é uma prática dele. Entrei no lugar da Branca (Mihajlovic), que saca muito bem, e deu certo. Conseguimos abrir uma boa vantagem e fechamos. Partidas decisivas deixam todo mundo tenso e nesse momento demos aquela respirada - disse ela.

Então com três vitórias tranquilas, a Unilever viveu o momento de mais perigo na competição. Amanda, porém, considerou positiva a experiência.

- O São Caetano é um time muito bem montado. Elas vieram fortes para o jogo e pudemos nos testar. Vimos o que o time pode dar em momentos complicados. Elas exigiram da gente muita concentração, paciência e condicionamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário