sábado, 26 de outubro de 2013

Superliga: Unilever perde set, mas bate o Sanca no Rio


A Unilever buscava um padrão de jogo mais definido e sem oscilações. O objetivo ainda não foi completamente alcançado, mas a equipe carioca conseguiu mais uma vitória na Superliga feminina de vôlei. Nesta sexta-feira (25), as meninas de Bernardinho receberam o São Cristóvão Saúde/São Caetano e sofreram.

Mas com as paulistas não foi diferente, e as donas da casa souberam aproveitar as chances que tiveram, vencendo por 3 sets a 1 (21/16, 21/17, 16/21 e 21/19). Assim, a Unilever vai a 12 pontos na classificação e segue na liderança, enquanto o Sanca se mantém com três e longe do topo.

Agora, a turma de Fofão se prepara para ir em busca do quinto triunfo. No próximo dia 28, elas vão a Rio do Sul (SC), onde medem forças com as donas da casa a partir das 20h15 (de Brasília). Já a turma de Hairton Cabral tenta a recuperação em confronto com o Brasília Vôlei, em casa, no dia 29.

As primeiras bolas do jogo deram pinta de que a Unilever iria atropelar, já que a equipe iniciou inspirada e abriu 4 a 1. Mas o Sanca não se abalou e correu atrás, conseguindo virar para 8 a 9. As paulistas seguiram na ponta até a segunda parada técnica (12/14).

Mas, a partir disso, Régis apareceu bem como opção para Fofão e liderou a volta por cima das cariocas. Inspirada no ataque, a ponteira ajudou as donas da casa a finalizarem a primeira parcial em 21 a 16. 

Embora com o ataque mais efetivo, a Unilever cometeu mais erros no começo do segundo set, o que deixou o duelo equilibrado (5/6). A equipe de Bernardinho só conseguiu uma folga no placar quando o bloqueio apareceu para acabar com a festa do São Caetano (15/12).

Com o setor defensivo em ordem, as meninas do Rio de Janeiro contaram com o crescimento de Pavan para aumentar a vantagem no jogo. A oposta não perdeu viagem e, com cinco pontos anotados no ataque, foi essencial para a Unilever vencer. As paulistas tentaram reagir na reta final, mas não teve jeito, as anfitriãs fecharam em 21 a 17.

O saque e o bloqueio do São Caetano incomodaram a Unilever na terceira parcial, o que deixou as visitantes na frente (6/8). Até a segunda parada técnica, as paulistas foram ganhando gordura, aproveitando que as rivais estavam cometendo mais erros. Mas, aos poucos, as cariocas pararam de desperdiçar as chances no ataque e, mais uma vez, Pavan ajudou na reação (13/14).

Maior pontuadora da partida com 17 acertos, Thaisinha não quis nem saber do bom momento das donas da casa e foi com tudo para o saque, recolocando as visitantes em vantagem (13/16). A partir disso, o time do Rio de Janeiro abusou dos erros e não conseguiu reagir, mesmo com o crescimento de Mihajlovic, e viu o Sanca fazer 16 a 21.

A equipe de São Paulo não manteve o mesmo ritmo e concentração no quarto set e, com mais erros, permitiu que Régis e companhia abrissem 8 a 5. O Sanca tentou atrapalhar no saque, mas as cariocas seguraram bem no setor defensivo e confirmaram a vitória por 21 a 19.

fonte: saqueviagem.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário