quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Superliga: Vôlei Brasil Kirin faz grande partida e derrota Vivo/Minas


O Vôlei Brasil Kirin não deu chances para o Vivo/Minas e conquistou a quarta vitória na Superliga Masculina de Vôlei. Na noite desta quarta-feira (23), em jogo inspirado dos comandados do técnico Alexandre Rivetti, o time campineiro venceu por 3 a 0 (29/27; 21/08 e 21/19), no Ginásio do Taquaral, em Campinas, pela quinta rodada do torneio nacional.

Com o resultado, o time de André Heller e cia. subiram para os 13 pontos na classificação e seguem na briga pelos primeiros lugares. O Vivo/Minas, por outro lado, conheceu sua primeira derrota e segue com seis pontos. O levantador Rodriguinho levou o troféu Viva/Vôlei como melhor me quadra.

- Foi sem dúvida uma das melhores partidas que fizemos na temporada. Fomos agressivos no saque, conseguimos pressionar o Minas e conquistaram a vitória no primeiro set, que foi importantíssima para o resto do jogo. Foi um resultado para ser enaltecido, pois jogamos contra um time que vai dar muito trabalho na competição - afirmou o técnico Alexandre Rivetti.

O jogo
Em um duelo muito equilibrado, o saque foi um dos diferenciais do início da partida. Desde o começo, os campineiros desceram o braço. Diogo marcou um ace logo no segundo ponto, mas os mineiros estavam ligados e não facilitaram as coisas. Depois da primeira parada técnica, Vini foi para o saque. O central não deu chances para o adversário e ajudou os donos da casa abrirem quatro de diferença (11 a 7). Com a boa vantagem, a equipe da casa foi administrando, mas deixou o adversário chegar no final da parcial (18 a 18).

Com a partida igual, os times foram para decisão da parcial trocando pontos. A emoção tomou conta do ginásio. Os campineiros chegaram a ter dois set points contra, mas mantiveram o sangue frio. Rodriguinho e Vini fizeram pontos de saque e mantiveram os mandantes vivos. No final, o bloqueio fez a diferença. Gustavão fechou a porta do ataque mineiro em duas bolas seguidas e o Vôlei Brasil Kirin fechou a primeira parcial (29 a 27). No segundo set, o Vôlei Brasil Kirin ficou com toda a vantagem psicológica e passeou.

Gustavão foi para o saque no início e o time campineiro abriu 6 a 0 logo de cara, com pontos de saque e erros do adversário na recepção. Aproveitando o descontrole do adversário, os campineiros foram aumentando a vantagem aos poucos. Diogo e Rivaldo aproveitaram contra-ataques e a diferença cresceu. A dupla combinou para oito pontos. No final, o oposto do Vôlei Brasil Kirin marcou dois aces em sequência e os campineiros abriram 2 a 0 no jogo após erro do adversário.

Na terceira parcial, a partida voltou a ficar equilibrada. O Vivo/Minas seguiu com problemas na recepção e o Vôlei Brasil Kirin foi se aproveitando do saque para construir a vitória. Com a dupla Rodriguinho e Rivaldo inspirada, o time campineiro não deixou o adversário crescer na partida. No final, André Heller veio do banco de reservas, conseguiu um bloqueio e abriu dois pontos de vantagem para os donos da casa (20 a 18), suficiente para Rivaldo confirmar a vitória após ataque na saída de rede.

O Vôlei Brasil Kirin agora volta as atenções para a final do Campeonato Paulista. O primeiro jogo da decisão contra o Sesi-SP será o próximo domingo (27), às 13 horas, no Ginásio da Vila Leopoldina, na capital paulista. O duelo de volta acontece na próxima quinta-feira (31), às 19 horas, no Ginásio do Taquaral, em Campinas.

- Esta vitória foi um presente para a torcida. Pedi antes do jogo para os jogadores vencerem para retribuir a presença dos torcedores. Pela demonstração que eles fizeram em quadra, acho que foi um grande espetáculo - encerrou o treinador.

Vôlei Brasil Kirin
Rodriguinho, Rivaldo, João Paulo Bravo, Diogo, Vini, Gustavão e Alan (líbero).
Técnico – Alexandre Rivetti
Entraram: Bérgamo, Paulo Renan, Mineiro e André Heller

Vivo/Minas 
Marcelinho, Franco, Maurício, Rapha, Otávio, Flávio e Lukinha (líbero).
Técnico – Horácio Dileo
Entraram: Evandro, Piá, Lucas Lóh, Léo Mineiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário