sexta-feira, 15 de novembro de 2013

World Grand Champions Cup: Brasil vence a República Dominicana e mantém a invencibilidade


A seleção brasileira feminina de vôlei segue invicta na Copa dos Campeões. Nesta sexta-feora (15.11), as brasileiras superaram a República Dominicana por 3 sets a 1 (25/20, 25/15, 22/25 e 25/19), em 1h45 de jogo, no Nagoya Nippongaishi Hall, em Nagoya, no Japão. Foi a terceira vitória das brasileiras na competição. Antes, as atuais campeãs olímpicas bateram Estados Unidos e Tailândia por 3 sets a 0.

Com o resultado, o Brasil manteve a liderança isolada com nove pontos. Na sequência aparecem, em ordem, República Dominicana, Rússia, Japão e Estados Unidos, todos com três. Na lanterna está a Tailândia que ainda não marcou ponto. Ainda nesta sexta-feira, acontecerão dois jogos em Tóquio. Os Estados Unidos jogarão com a Rússia e em seguida será a vez do duelo asiático entre Tailândia e Japão.

O Brasil voltará a quadra neste sábado (16.11) para enfrentar a Rússia. A partida será realizada às 5h10 (horário de Brasília) com transmissão ao vivo do SporTV.

No jogo contras as dominicanas, a oposto Sheilla teve grande atuação e foi a maior pontuadora das brasileiras com 20 acertos. As ponteiras Natália e Fê Garay também pontuaram bem com 13 acertos cada. Apesar da derrota, a República Dominicana teve a maior pontuadora do jogo, a atacante Bethania De La Cruz com 21 acertos. A levantadora Fabíola foi eleita a melhor jogadora do confronto.

- Esperávamos um jogo difícil. A República Dominicana cresceu muito. A chave desse jogo era sacar bem e quando isso não acorreu elas cresceram na partida. No entanto, estou feliz pela vitória. Amanhã teremos mais um jogo difícil, disputado e cheio de rivalidade. Vamos em busca de mais um vitória - disse Fabíola, já se referindo ao duelo contra a Rússia.

A oposto Sheilla comentou a derrota no terceiro set e, assim como Fabíola, já pensa no duelo contra a Rússia.

- Erramos um pouco mais no terceiro set e isso tem que servir como alerta para os próximos jogos. Amanhã contra a Rússia será um clássico. É um jogo cheio de rivalidade e tem todos os ingredientes de um grande duelo - afirmou Sheilla. O treinador José Roberto Guimarães fez uma análise da vitória do Brasil.

- Sempre é difícil jogar contra a República Dominicana. Estava preocupado com a Fernanda Garay que está sentindo um pouco as costas. Felizmente ela foi bem e nos ajudou. O importante hoje foi a vitória - disse José Roberto Guimarães que ainda comentou sobre o duelo deste sábado contra a Rússia.

- Agora vamos pensar na Rússia que será o jogo que todos querem ver. A Rússia tem uma das melhores seleções do mundo. O treinador delas está tentando acertar o sistema de jogo e trouxe a Sokolova de volta. Ela é uma grande jogadora que eu conheço bastante, pois trabalhei com ela por dois anos. A Chaplina também tem se apresentado bem. É um time que tem um padrão de jogo definido e um bloqueio respeitável. Será um jogo muito difícil - garantiu José Roberto Guimarães.
O JOGO
O jogo começou equilibrado. A República Dominicana foi para a primeira parada técnica com um de vantagem (8/7). O Brasil cresceu de produção, se aproveitou dos erros das dominicanas, e abriu três pontos (18/15). As brasileiras seguiram melhores no final da parcial e venceram o primeiro set por 25/20.
Brasil iniciou bem também o segundo set e fez 6/4. Com bom volume de jogo, o time verde e amarelo abriu cinco (12/7). Fernanda Garay foi o destaque no ataque e o Brasil venceu o segundo set por 25/15.
A República Dominicana veio para o terceiro set disposta a levar o jogo para o quarto e fez 17/14. As brasileiras cresceram de produção no final da parcial, mas as dominicanas seguiram melhores e venceram o set por 25/22.
O Brasil voltou ligado para o quarto set e fez 8/4. As dominicanas cresceram de produção e encostaram no marcador (8/7). Com bons contra-ataques da oposto Sheilla, as brasileiras voltaram a abrir quatro (12/8). O jogo voltou a ficar equilibrado, mas o Brasil ainda tinha dois de vantagem na segunda parada técnica (16/14). As brasileiras cresceram no final do set e venceram a parcial por 25/19 e o jogo por 3 sets a 1.
EQUIPES
BRASIL – Fabíola, Sheilla, Fê Garay, Natália, Walewska e Fabiana. Líbero – Fabi
Entraram – Michelle, Monique, Claudinha, Carol Gattaz e Tandara
Técnico – José Roberto Guimarães
REPÚBLICA DOMINICANA – Vargas, Marte, Arias, Rivera, Mambru e Bethânia De La Cruz. Líbero – Brenda Castillo
Entraram – Fersola, Rodriguez, Echenique, Binet e Martinez
Técnico – Marcos Kwiek

Nenhum comentário:

Postar um comentário