terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Vôlei Nacional: Gustavo desabafa sobre a crise que atinge o vôlei


Um dos líderes do vôlei brasileiro, o central Gustavo usou o Facebook para se manifestar sobre a crise financeira que atinge a modalidade. Clubes como RJ Vôlei e Montes Claros Vôlei estão com dificuldades para honrar seus compromissos, o que já provocou as saídas de Bruninho, Maurício e Thiago Sens, do time fluminense, e Wanderson e Bob, do mineiro.

O jogador do Kappesberg/Canoas pede que a CBV olhe com mais carinho para os clubes, que tiveram reduzido o espaço de divulgação das marcas na atual edição da Superliga. A equipe de enxugadores e gandulas dos jogos, por exemplo, não pode mais estampar os patrocinadores nos uniformes. Agora, todos vestem a marca “Superliga”. 

Confira na íntegra o depoimento de Gustavo:
“Momento complicado para o voleibol brasileiro.
Equipes com problemas financeiros perdendo jogadores para o exterior.
Enquanto não tivermos uma preocupação maior por parte da nossa entidade, CBV – Confederação Brasileira de Voleibol, em prol dos investidores, a situação só tende a piorar.
Estamos implorando por uma liberdade em prol da divulgação e visibilidade de nossas marcas. O atual regulamento não permite várias formas de divulgação de nossas marcas, inclusive, nos foi tirado todas essas formas de visibilidade e o resultado se vê.
Equipes com problemas financeiros, reduções de contratos, falta de investimento, etc…
De que adianta termos uma quadra “limpa” se daqui a pouco não teremos equipes pra participar da Superliga?
Até quando os próprios clubes aceitarão? Será que não temos a capacidade e união de formarmos algo realmente interessante para nós mesmos?
Tudo o que nos foi tirado hoje se reflete.
Hoje se realizará uma reunião na CBV visando o calendário da próxima temporada, mas seria esse o assunto a ser discutido com tantos problemas financeiros?
#UnidosPorUmaSuperligaMelhor”



fonte: saqueviagem.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário