domingo, 18 de maio de 2014

Mercado Nacional: Copa do Mundo ‘atrapalha’ e situação do RJ Vôlei preocupa


Desde que a FIFA confirmou que a Copa do Mundo de 2014 seria no Brasil, várias empresas começaram a se movimentar para fazer sua marca aparece neste grande evento esportivo. Com isso, outros esportes, como o voleibol, foram prejudicados, já que muitos empresários resolveram apostar forte no futebol e evitar outros investimentos. O RJ Vôlei sofre com isso, pois desde que perdeu o patrocínio do grupo EBX, ainda negocia para manter o projeto ativo.

A situação do RJ Vôlei é bem delicada, pois no momento alguns jogadores que estava no elenco na temporada passada entraram na justiça contra clube para receber salários atrasados. De acordo com o jornalista Bruno Voloch, a dívida com os atletas passa de R$ 1 milhão, algo que precisa ser sanado antes da inscrição da equipe na Superliga 2014/2015 (uma das exigências da CBV para disputar a competição).

O técnico Marcelo Fronckowiak, que chegou a ser procurado pelo Brasil Kirin, não teria acertado, pois ainda acredita na manutenção do RJ Vôlei. O clube carioca foi convidado esta semana pela CBV para disputar a Superliga 2014/2015, porém tem até o dia 6 de junho para apresentar documentos e confirmar sua participação. Especula-se, que a estatal Furnas tenha acertado com a equipe, porém não seria um patrocínio máster, algo fundamental neste momento.

Quanto ao elenco que foi com o RJ Vôlei até o final da Superliga passada, alguns jogadores já acertaram suas saídas. O central Riad foi anunciado como novo reforço do Sesi-SP, enquanto o ponteiro Rodriguinho (revelação da equipe no torneio) vai jogar pelo Vivo/Minas. Além disso, o oposto Bob, o ponteiro Vinicius, o central Ualas e o líbero Mario Jr. estudam propostas e devem definir seus futuros em breve.

fonte: espaçodovolei.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário