sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Superliga Feminina: Visão Geral

Bom, estive um bom tempo afastado do blogger, mas acompanhava mesmo que de longe a superliga! Agora irei tentar voltar a deixar vocês informados sobre a superliga feminina e algumas competições internacionais. Irei tentar primeiro só com competições femininas caso consiga verei se consigo cobrir também as competições masculinas.

Começando com a superliga feminina dando um panorama geral da competição:

Um pouco sobre a última rodada:

São Bernardo x São José dos Campos
A primeira vitória da noite aconteceu em São Bernardo do Campo (SP), onde o time da casa venceu o São José dos Campos (SP) por 3 sets a 1, com parciais de 25/21, 25/16, 22/25 e 25/20, em 1h56 de partida. Carla, do time do ABC Paulista, recebeu o Troféu VivaVôlei, e Maria Luisa, do São José, foi a maior pontuadora, com 16 acertos. “Estamos na reta final e estamos progredindo no campeonato. Espero que a partir de agora a gente comece a buscar os resultados necessários”, disse a dona do VivaVôlei.

Molico/Osasco x Pinheiros
O Molico/Nestlé (SP) foi à casa do adversário e venceu o Pinheiros (SP), de virada, por 3 sets a 2 (24/26, 18/25, 25/23, 25/18 e 15/11), em 2h34. A levantadora do time de Osasco (SP), Dani Lins, teve boa atuação e recebeu o Troféu VivaVôlei. Sua companheira de equipe, a ponteira Carcaces, foi a maior pontuadora da partida, com 19 pontos. “O grupo está de parabéns e considero que as 12 ganharam. As meninas que estavam em quadra, as do banco e a comissão técnica. Foi uma vitória de todos. Jogamos como time e vibrando nas horas mais difíceis”, opinou Dani Lins.

Camponesa/Minas x Rio do Sul
Em Belo Horizonte (MG), a Camponesa/Minas (MG) venceu o Rio do Sul/Equibrasil (SC) por 3 sets a 1 (25/17, 26/24, 27/29 e 25/12), em 1h55 de jogo. Duas jogadoras se destacaram pelo time mineiro: Tica, que foi premiada com o Troféu VivaVôlei, e Jaqueline, maior pontuadora, com 20 pontos. “A equipe entrou concentrada nos dois primeiros sets e conseguiu muitas viradas de bola, de ataque e contra-ataque. No terceiro set, entrou um pouco desconcentrada, mas no quarto set voltou a atuar bem. Conseguimos mais uma vitória importante, para continuar subindo na tabela", destacou Tica.

Sesi-SP x São Caetano
O Sesi-SP levou a melhor nesta noite e, mesmo na casa do adversário, em 1h26 de partida, bateu São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) por 3 sets a 0 (25/11, 25/23 e 25/22). Duas ponteiras do time da Vila Leopoldina foram os destaques do confronto: Pri Daroit foi premiada com o VivaVôlei e Suelle foi a maior pontuadora, com 15 acertos. “Sabíamos que era um jogo complicado, mas entramos muito atentas e preparadas. Estamos em um ritmo muito bom e soubemos impor nosso jogo em toda a partida”, disse Pri Daroit. 


Maranhão/Cemar x Uniara
O Maranhão/Cemar (MA) venceu a Uniara/Afav (SP) por 3 sets a 1 (25/21, 25/22, 16/25 e 26/24), em 2h15 de confronto, em Ararquara (SP). Nikolle, do Maranhão, foi o principal destaque do jogo. A ponteira recebeu o VivaVôlei e foi a maior pontuadora, ao lado de Helô, da Uniara, com 17 pontos cada.

Rexona/Rio de Janeiro x Brasília
O líder e único time invicto da Superliga feminina de vôlei 14/15, Rexona-Ades (RJ), conseguiu a 19ª vitória nesta terça-feira (24.02) e segue como único invicto da competição. A equipe dirigida pelo técnico Bernardinho foi à casa do adversário e venceu o Brasília Vôlei (DF), de virada, por 3 sets a 1, com parciais de 23/25, 25/19, 25/19 e 25/23, em 2h15 de jogo realizado no Sesi Taguatinga. Com a vitória, o Rexona-Ades soma 55 pontos.

Considerações Finais: 
Na minha opinião o Rexona/Rio de Janeiro, apesar de seguir invicto na superliga, demonstrou nessa rodada que não é um time imbatível. A equipe carioca teve algumas dificuldades para vencer o Brasília, que apesar de ter um time razoável, não parecia ser uma ameaça antes do início da partida.

O Molico/Osasco vem demonstrando algumas dificuldades em suas partidas, ainda não tive tempo de ver um jogo completo sobre a equipe. Porém, acredito que todas essas dificuldades devem ajudar a equipe a crescer e deve vir forte na fase final da superliga.

O Sesi-SP, apesar de estar no segundo lugar, me parece ser o time mais regular durante a superliga. Não sei se ficou claro, mas regular não é ser o melhor, mas sim o que vejo menos oscilação.

O Praia Clube e o Pinheiros são equipes que vem por fora e devem dar trabalho aos favoritos. O Praia Clube vem crescendo depois de algumas derrotas inesperadas.

E ai quero saber a opinião de vocês o que estão achando da Superliga?


Um comentário:

  1. E quanto ao Minas? Esse sim vem crescendo bem. Contando que só vai ter jogos fáceis até o final da primeira fase, é o time que pode surpreender na competição. Hoje, seus adversários diretos pelo 3º lugar (Osasco e Praia Clube) vão se enfrentar; uma derrota do time da GSP põe fogo na disputa, até porque depois dessa rodada o Praia terá Sesi-SP e Rexona, ao passo que o Osasco terá uma folga e os mesmos adversários.
    Ou seja, uma derrota hoje será trágica para o time de Osasco. E o Minas ainda pode terminar a primeira fase em 3º lugar.

    ResponderExcluir