segunda-feira, 2 de março de 2015

Superliga: Buscando reação, Rio do Sul/Equibrasil vence e se mantém em nono na Superliga



De virada após estar perdendo de 2 sets a 0, Rio do Sul/Equibrasil deu a volta por cima no jogo contra o Uniara/AFAV e venceu por 3 sets a 2 no Artenir Werner na noite desta sexta-feira (27). Com parciais de 20/25, 17/25, 25/17, 25/19 e 15/8, o time buscou uma reação e deu grande alegria aos seus torcedores que não desanimaram em nenhum momento durante a partida. A levantadora Luciana foi eleita a melhor do jogo e a ponta Elis foi a maior pontuadora com 16 acertos. Tomé do Uniara marcou 14.

Rio do Sul/Equibrasil demorou a engrenar no 1° set. Tendo que buscar a reação das visitantes, Spencer Lee teve que chamar a atenção das atletas em diversos momentos da parcial. Apesar da insistência das bolas com Elis e Neneca, o time catarinense teve dificuldade e deixou o Uniara abrir o jogo em vantagem. Com dificuldade no passe, Rio do Sul/Equibrasil também teve muitos problemas no segundo set. Tomé veio despontando pelo time do Uniara e mesmo com várias substituições, Spencer Lee ainda não havia encontrado o time ideal.

A entrada de Vanessa no 3° set deu um novo perfil ao time riossulense. Jogando mais pelas pontas, a levantadora Luciana passou a acertar melhor as opções de ataque. Valente no jogo, o Uniara fazia grandes defesas nos contra ataques, principalmente com a líbero Andressa. Insistente, Rio do Sul/Equibrasil manteve-se com vantagem para fechar o set e diminuir a vantagem do adversário.

Camila Paracatú e Mimi Sosa foram os nomes do 4° set. Sem perder a agressividade, Rio do Sul/Equibrasil soltou-se no jogo e fez um set tranquilo para empatar a partida. Sem cometer tantos erros e com muita precisão na defesa, as catarinenses tiveram tranquilidade para levar decisão para o tie-brake.

No set desempate, Rio do Sul/Equibrasil manteve-se a frente do placar durante todo o tempo. Com poucos erros, a equipe superou todas as dificuldades dos dois primeiros sets e teve uma postura fortalecida pelo calor da torcida para vencer a partida.

Muito feliz pela vitória, o técnico Spencer Lee argumentou que o time foi maduro o suficiente para reverter uma situação que parecia extremamente negativa. “Tive de forçar a barra. Pior do que estava não podia ficar. Depois de perder por 2 a 0 em momentos apáticos, elas reagiram e foram responsáveis. A gente perdeu um ponto na classificação que era muito desejado, mas estamos muito contentes por vencer de virada e caprichar ainda mais, pois a nossa torcida foi nossa base para construir a vitória”, desabafou o treinador.

Já a levantadora Luciana disse que o time sempre esteve atento ao jogo, e que apesar de dois sets iniciais muito ruins, havia uma boa sintonia entre as meninas e isso foi acertado. “Foi bastante difícil e temos que reconhecer que jogamos mal e o Uniara foi superior em diversos momentos. Enfim, vencemos e levamos pontos importantes para o campeonato. Temos que melhorar, pois os próximos jogos serão ainda mais duros”, disse a melhor jogadora da partida.

Rio do Sul/Equibrasil terá nova disputa pela Superliga na próxima terça-feira (3 de março) em São Bernardo do Campo (SP). As meninas enfrentam o São Bernardo Vôlei às 19h no ginásio Adib Moyses Dib. O São Bernardo é outro concorrente direto de Rio do Sul para permanecer na próxima Superliga. Em casa, Rio do Sul joga na sexta-feira (6), contra Brasília/Vôlei (DF), às 20h15 no ginásio Artenir Werner.

Nenhum comentário:

Postar um comentário