quinta-feira, 23 de abril de 2015

Superliga: Após sofrer com lesões, Dani Lins comemora chegar à final "sem dores"


Agarrada por Thaísa, Dani Lins abriu um sorriso enorme. Coube justamente à levantadora, que sofreu tanto com as lesões na temporada, fazer o ponto que selou a volta do Osasco à final da Superliga de vôlei. Apenas uma amostra de que a campeã olímpica está perto de sua melhor forma. As dores nas costas ou a inflamação no nervo ciático já não a incomodam mais. Depois de um começo de ano de sacrifício e superação, Dani Lins comemora chegar sem dores à final da Superliga deste domingo, às 10h, na Arena da Barra, contra o Rio de Janeiro - a TV Globo e o SporTV transmitem ao vivo a decisão, e o GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real.

"Estou me preparando. É um jogo mais difícil, é uma final, é outra tensão. Fisicamente, vou melhorando. Estou bem, sem dores. Agora é só aprimorar técnica e a tática" disse a levantadora.

Dani Lins chegou a ficar fora de muitos jogos do Osasco por causa das lesões. Ela voltou à quadra ainda à base de remédios, se esforçava para não deixar as dores nas costas a atrapalharem. A evolução foi gradual e permitiu que a campeã olímpica orquestrasse o ataque de seu time, que cresceu nos playoffs.

Apesar de livre das dores, Dani Lins ainda tem limitações, não salta para sacar, tem às vezes dificuldades para movimentar em quadra e não se joga em toda bola. As companheiras de equipe sabem disso e ajudam ao máximo a levantadora.

"Falo que 100% um atleta nunca vai estar. O jogador se acostuma com a dor. Posso estar 100% psicologicamente, mas fisicamente não, posso estar 99%" disse Dani Lins.

A dedicação da levantadora na recuperação foi grande. Ela passou horas entre treinos, sessões de fisioterapia e de pilates, uma de suas apostas para recuperar a boa forma. Dani vê seu crescimento como um reflexo da evolução do Osasco, que era apontado como a terceira força da Superliga e conseguiu a vaga na decisão contra o Rio de Janeiro.

"Vai ser superação para todo mundo. Viemos em uma montanha-russa, uma Superliga de altos e baixos. Vai ser uma superação não só para mim, porque fiquei parada por uma lesão nas costas."

Créditos: http://globoesporte.globo.com/volei/noticia/2015/04/apos-sofrer-com-lesoes-dani-lins-comemora-chegar-final-sem-dores.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário