domingo, 12 de abril de 2015

Vôlei Nacional: Cubano na seleção brasileira?


Morando em Belo Horizonte há três anos (nos últimos dois na companhia da mulher e do filho), o ponteiro de 26 anos e 2,00m já se sente um pouco brasileiro. Diz que se tivesse a possibilidade e fosse interesse da Confederação Brasileira de Vôlei, buscaria a naturalização para defender o país. A última vez que atuou pela seleção cubana foi no Mundial da Itália 2010, quando foi eleito o segundo melhor atacante da competição. Desde então, nunca mais foi chamado por ter optado seguir carreira fora da ilha.

- Na realidade não sei. Não tenho muita informação sobre isso, mas se tenho a possibilidade de me naturalizar e jogar pela seleção, gostaria muito. Mas não vou falar se vou me naturalizar, não. Isso é problema da Confederação do Brasil. Tenho mais um ano aqui, se falarem comigo, seja o que Deus quiser. Eu gostaria de jogar pela minha seleção, sou cubano e gostaria de jogar por minha seleção. Mas tenho um futuro na minha cabeça e gostaria de disputar uma Olimpíada, e se fosse pelo Brasil, agora em 2016, eu estaria muito grato - afirmou em entrevista ao SporTV.

Créditos: http://globoesporte.globo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário