sexta-feira, 1 de maio de 2015

Mercado Nacional:Após perda de patrocinador máster, torcida se mobiliza em Maringá

Uma iniciativa bem bacana estará ocorrendo em Maringá, onde torcedores da equipe de voleibol se mobilizam nas redes sociais em busca de apoiadores para o projeto. Desde que a Ziober Brasil anunciou que não seria mais patrocinadora máster do time paranaense, um grupo de pessoas se reuniu com a intenção de organizar uma campanha para que a cidade continue tendo um representante na elite nacional.

“Desde segunda-feira, dia 27, torcedores entraram em contato com o prefeito de Maringá, Roberto Pupin, pela página oficial dele no Facebook, pedindo apoio municipal para incentivo ao esporte, semelhante ao que já acontece com sucesso em outras equipes do vôlei brasileiro. O prefeito respondeu alguns fãs e prometeu ajudar. A torcida também enviou mensagens para algumas das maiores empresas da cidade, pedindo que estudassem com carinho propostas de patrocínio. Uma empresa do ramo alimentício respondeu, e a proposta já está encaminhada”, declarou Johnny Katayama, que trabalhou como assessor de imprensa do Maringá Vôlei na última temporada.

A mobilização está sendo encabeçada por cerca de 20 pessoas, com apoio de outros 400 membros de uma torcida organizada, que esteve presente, inclusive, na Vila Leopoldina para os jogos contra o Sesi-SP pelas quartas de final da Superliga 2014/2015. Um abaixo-assinado está sendo organizado para sensibilizar e mostrar ao empresariado local a importância de apoiar o Maringá Vôlei, além é claro da visibilidade da marca.

Na Superliga passada, o Ziober/Maringá terminou na sexta colocação, duas posições a frente do que conseguiu na sua temporada de estreia. O levantador Ricardinho, que também é presidente da equipe, já voltou da Itália, onde defendeu por alguns jogos o Lube Volley, e deve nos próximos dias se reunir com políticos e empresários da região com o objetivo de manter o projeto em ascensão.
Créditos: http://www.espacodovolei.com/2015/05/apos-perda-de-patrocinador-master.html?m=1

Nenhum comentário:

Postar um comentário